Sebrae-RN abre processo seletivo para agentes e orientadores com bolsa mensal de R$ 4 mil




O sebrae no Rio Grande do Norte está com as inscrições abertas para o processo seletivo de bolsistas e orientadores do quinto ciclo do Programa Agentes Locais de Inovação (ALI), que é desenvolvido em parceria com Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq).
Serão disponibilizadas cinco vagas para bolsistas que vão atuar como agentes e um para orientador. O valor mensal da bolsa é de R$ 4 mil e os selecionados irão atuar na região Metropolitana de Natal e Mossoró.
Com o objetivo de otimizar a competitividade e sustentabilidade dos pequenos negócios por meio da inovação, o programa terá duração de até 18 meses, sendo um mês de capacitação presencial e a distância para os agentes, além de mais um mês de preparação para as atividades de campo. Neste ciclo, 200 empresas serão orientadas, metade delas atendidas nos oito primeiros meses. O trabalho do agente é visitar os empreendimentos identificar as necessidades e os pontos de melhoria e traçar um plano de ações com soluções inovadoras a partir da Metodologia de Gestão de Inovação do Programa ALI.
Já o Orientador terá a missão de sistematizar os gargalos tecnológicos a partir das demandas tecnológicas das empresas e promover a aproximação dessas com o ecossistema de inovação a partir de encontros, seminários e workshops, como também orientar os ALI.
Agente Local de Inovação é um facilitador para implantação da metodologia de inovação nos pequenos negócios. “Trata-se de uma oportunidade não somente para consolidar uma carreira profissional mas para enriquecer o conhecimento desse candidato selecionado”, explica a gestora do ALI, Algéria Varela. Ela acrescenta que é importante que o candidato tenha experiência em atividades de tecnologia e inovação, pois conta pontuação no critério de seleção, apesar de não ser obrigatório nem eliminatório para a escolha.
As inscrições seguem abertas até o dia 16 de outubro e podem ser feitas pelo site www.concepcaoconsultoria.com.br.

Áreas

“O ideal é que o candidato seja graduado nos cursos de Engenharia, Tecnologia da Informação, Economia, Design Nível Superior, Ciência da Computação, Sistemas de Informação e Administração, mas que isso não impede de que graduados de outros cursos também se inscrevam”, frisa a gestora do ALI.
Para concorrer, os candidatos a agentes precisam ter concluído o ensino superior – bacharelado, licenciatura e tecnólogo, entre dezembro de 2009 e dezembro deste ano (2019), até 10 anos de graduado. Currículo atualizado cadastrado na plataforma Lettes. Já para a função de orientador é exigido um título de Mestrado ou Doutorado, participação em projetos de pesquisas, experiência de orientador de graduandos e pós-graduandos e experiência mínima de 6 anos em atividades de extensão, desenvolvimento de tecnologia, inovação e sustentabilidade.
Fonte: Portal N10
                           


0 Comentários