Doença “mais perigosa do que a Peste Bubônica” mata garota de 9 anos



Uma menina de nove anos, de Nakaseke, região central da Uganda, morreu de uma doença de característica hemorrágica e extremamente contagiosa que pode matar até 40% dos infectados.

Estimativas mais pessimistas apontam que a doença poderia ser mais mortal do que a Peste Negra, uma pandemia de peste bubônica que ocorreu durante a Idade Média e dizimou um terço da população europeia. O corpo da menina foi desinfetado e removido de Nakaseke, mas não sem antes de provocar pânico na população da África Oriental que já enfrenta uma crise de saúde pública.


A doença, que é semelhante a febre hemorrágica da Crimeia-Congo e normalmente é propagada por meio de picadas de carrapatos e contato com gado infectado, também matou outras três pessoas no Sudão do Sul na semana passada, após apresentarem os mesmos sintomas de febre, dores de cabeça, sangramento, vômitos, diarreia e dor muscular, segundo o Daily Star Sunday.
Uma equipe de resposta rápida de saúde foi enviada ao hospital local onde estava o corpo da menina para coletá-lo e prevenir qualquer possível surto. Enquanto isso, outra equipe foi enviada à casa da menina para desinfetá-la.


A família, no entanto, está preocupada com a possibilidade de nunca receber o corpo da menina. “Estamos sem saber o que fazer, porque as equipes levaram o corpo. Estamos à espera de uma comunicação para que possamos começar os arranjos funerários”, disse Harriet Nalunkuma, membro da família.
Um oficial de saúde do distrito local, Dr. Badru Ssesimba, confirmou que amostras de sangue do corpo foram coletadas e entregues ao Uganda Virus Research Institute, mas não forneceram detalhes sobre as análises.


Após quatro mortes registradas pela doença, as autoridades locais dos países da África Oriental afirmaram que esta poderia ser uma condição completamente nova. No entanto, o Ministério da Saúde da Uganda negou tais reivindicações e que a febre hemorrágica da Crimeia-Congo havia sido interrompida.
Por outro lado, deputados no Parlamento de Uganda alegaram que o governo estaria encobrindo um surto de peste mortal no país.

A Peste Negra foi uma pandemia de peste bubônica que matou entre 75 e 200 milhões de pessoas entre os anos de 1346 e 1353 na Europa. Ela se espalhou pelas Ilhas Britânicas em 1351 por meio dos ratos que chegavam junto aos navios mercantes. Após a invenção dos antibióticos, passou a ser tratável, desaparecendo em grande parte dos países ocidentais.

Jornal Ciência, com Metro / Daily Star


Acesse a Postagem Original: http://blogdobg.com.br/#ixzz54Zm7mYZC