No auge da crise, Cassiane entrega prédio da ADALPHA e muda de endereço

Resultado de imagem para cassiane 


ADALPHA (Assembléia de Deus de Alphavile) em Barueri, São Paulo, liderada pelos pastores e também cantores Jairinho Manhães e Cassiane, mudou de endereço.
O O Fuxico Gospel já havia noticiado que Cassiane e o esposo enfrentavam dificuldades com o aluguel do prédio.
Segundo investigações da Polícia Federal, o aluguel do antigo prédio, que custava cerca de R$70 mil reais, era mantido pelo presbítero Luiz Teixeira da Silva Junior.


O valor era oriundo de um forte esquema de corrupção, que desviava recursos do hospital de Cajamar-SP
Com isso, a Adalpha protagonizou um dos maiores escândalos no meio evangélico em 2017.
Segundo o inquérito detalhado do ministério público de São Paulo, os desvios de recursos da prefeitura de Cajamar ocorreram pelo menos 108 vezes.

Cassiane chegou a se apresentar na inauguração de uma ala infantil desse mesmo hospital, em maio do ano passado.
Após tanta repercussão sobre o caso, o casal de pastores não pôde continuar no prédio que está localizado em uma área nobre da região paulista.
Houve uma enorme evasão de membros, e os visitantes pararam de ir cada vez mais.

Ajuda no aluguel

Pra ajudar no aluguel, a Adalpha tinha um certo acordo com o proprietário do prédio, para usar o estacionamento da área.
Era cobrado a partir de R$10 reais por noite, e isso teria sido também um dos fatores que acabou afastando as pessoas.
A Adalpha já é conhecida como point gospel e palco das maiores celebridades gospel do Brasil.

Novo endereço

A igreja mudou para um lugar mais simples, mas ainda assim, cheio de glamour, e ainda está em obras para acomodar melhor os nobres fiéis.
Em breve traremos mais detalhes sobre o valor do aluguel do novo prédio, quem sabe até uma cópia do contrato de locação, né?
Aguardem mais detalhes.
A igreja não se manifestou sobre o real motivo da mudança.

Fonte: https://www.ofuxicogospel.com.br/2017/10/no-auge-da-crise-cassiane-entrega-predio-da-adalpha-e-muda-de-endereco.html/


0 Comentários