Gato deixado em pet shop é devolvido à dona morto, em saco de lixo




Uma jovem de 21 anos deixou dois gatos de estimação em um pet shop para serem vermifugados e tomarem banho, como de costume mas ao retornar ao local para buscar os felinos, um deles havia morrido durante o banho e lhe foi entregue dentro de um saco de lixo, ainda molhado. Felpudinho e Aisha foram levados à Clínica Veterinária Dog Tique, localizada na região da Asa Sul, em Brasília. 
Após voltar ao local no horário combinado com a recepcionista, Marina chegou perguntando pelos bichanos e o que recebeu foi apenas o silêncio. Já achando estranho, ela conta que o veterinário já chegou perguntando se ela tinha algum problema de coração e lhe entregou o animal dentro de um saco preto. “Voltei para buscar os dois às 16h30.
 Falei com uma moça, mas ela não me respondeu, apenas levantou e saiu. Logo depois, o veterinário chegou. Não sei se algum dia vou conseguir esquecer como estava o rosto dele. Era como se tivessem puxado para trás, com orelhas baixas e a boca semiaberta, com sangue. O pelo estava todo molhado”, explicou Marina ao portal brasiliense Metrópoles.
Ao receber a notícia a jovem caiu no choro e ligou para o namorado, sem saber o que fazer. Ao perguntar o que tinha acontecido, o profissional que deu o banho explicou que o animal estava muito estressado e acabou tendo uma parada cardiorrespiratória. O homem ainda questionou o porquê de Marina não ter avisado que o gato era arisco e a jovem não obteve resposta quando perguntou o motivo pelo qual o profissional não parou o banho no momento que notou a agitação extrema do animal.
“O rapaz que deu o banho disse que o gato estava muito estressado e que teria passado muito mal no momento da secagem, chegando a ter uma parada cardiorrespiratória. Levei ele para o consultório e tentei reanimá-lo, mas já era tarde”, explicou o veterinário responsável pela tentativa de socorro, José Caetano de Assis Filho.
Na página oficial da Dog Tique no Facebook, não houve pronunciamento da empresa, mas alguns clientes aproveitaram o acontecido para denunciar outras situações desagradáveis que passaram no local, incluindo morte de outros animais por parte da empresa. Agora, Marina espera resultado da autópsia para abrir um processo contra a clínica.


Fonte;http://curiosamente.diariodepernambuco.com.br/project/gato-deixado-em-pet-shop-e-devolvido-dona-morto-em-saco-de-lixo/

0 Comentários