Ministério Público condena o SBT a pagar R$ 10 milhões após constrangimento de Maisa Silva no “Programa Silvio Santos”

O SBT vai desembolsar uma quantia milionária para o Ministério Público do Trabalho de São Paulo por causa de um momento constrangedor envolvendo Maisa Silva, Dudu Camargo e Silvio Santos.
Em junho deste ano, durante o “Programa Silvio Santos”, o dono do SBT insistiu para que Maisa beijasse Dudu e ela não gostou da provocação.
Além do programa dominical, outro programa entrou na mira do MP, o “Programa do Ratinho”. O órgão cita de um dia o apresentador ter chutado uma caixa de papelão onde estava Milene Pavorô. As informações são da coluna “Zapping”, do jornal “Agora São Paulo”.
Sobre a ocorrido durante o “Programa Silvio Santos”, nenhuma das partes se manifestou oficialmente. No caso do “Programa do Ratinho”, o próprio pediu desculpas para Milene durante a atração.

0 Comentários