“BOM COMPORTAMENTO”: Atirador que deixou vigilante tetraplégico em Natal tem progressão de pena para o regime semiaberto


O portal No Ar destaca nesta sexta-feira(05) mais um caso gritante de como o código penal precisa ser atualizado, urgentemente. Gleydson Emanuel Rosendo da Silva, de 19 anos, que confessou ter atirado no vigilante Jeimyson Nunes de Azevedo, que hoje está tetraplégico em decorrência do tiro, vai ser solto pela Justiça, através da progressão do regime fechado para o semiaberto. A decisão da Justiça foi publicada no último dia 28.

Segundo a matéria, a autorização para a progressão do regime ocorreu por ele ter cumprido um sexto da pena, que é de seis anos e meio de reclusão, e devido a um atestado de BOM COMPORTAMENTO emitido pela direção do Presídio Rogério Coutinho Madruga, o Pavilhão 5 do complexo de Alcaçuz.

Ainda segundo a matéria, o homem também é suspeito de ter sido um dos chefes da rebelião que deixou pelo menos 26 mortos, de acordo com números divulgados pelo Governo, durante a rebelião na Penitenciária Estadual de Alcaçuz.





http://blogdobg.com.br/#ixzz4gEWQVsPj

0 Comments