Morto em tragédia da Chapecoense: Velório do potiguar Gil acontece domingo no interior do RN

O corpo do jogador Gil, morto no acidente aéreo envolvendo a aeronave que transportava a equipe da Chapecoense para Medellín, deve chegar à Nova Cruz no domingo (4). A previsão é do coronel Tavares, comandante do 8° Batalhão da Polícia Militar, com sede em Nova Cruz. Em entrevista à Rádio Talismã FM, de Belém/PB, o comandante afirmou que a família de Gil deve receber o corpo do jogador na manhã do domingo, no Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante. Do terminal, o cortejo segue direto para Nova Cruz direto para o ginásio poliesportivo Giovanna de Azevedo Targino, onde acontecerá o velório.
Segundo reportagem do Novo Jornal, durante os primeiros 30 minutos, será realizada uma cerimônia apenas para familiares e amigos próximos do jogador. Em seguida, o local será aberto ao público. A estimativa é de que mais de 10 mil pessoas passem pelo velório do jogador Gil. A área no entorno do ginásio poliesportivo será interditada para o tráfego de veículos. A previsão é de que o enterro de Gil aconteça na segunda-feira. O horário do sepultamento ainda não foi definido.
Ainda segundo a reportagem, um veículo do Corpo dos Bombeiros levará o corpo do jogador até o cemitério municipal. O cortejo passará pela Avenida Industrial José de Brito, no Alto de São Sebastião, e pelas ruas 18 de abril, 13 de maio, 7 de setembro e pelo centro da cidade, antes de chegar ao cemitério.
Antes de ir para Nova Cruz, o corpo de Gil será velado na Arena Condá, casa da Chapecoense, em Chapecó. O velório coletivo, com todas as vítimas ligadas ao clube, acontece neste sábado e deve ser acompanhado por mais de 100 mil pessoas.
Com informações do Novo Jornal

0 Comments